| O que são despesas fixas e variáveis em finanças pessoais

O que são despesas fixas e variáveis em finanças pessoais

Saber como gerenciar seu próprio dinheiro é essencial para alcançar estabilidade financeira e realizar objetivos. Uma das primeiras etapas para isso é entender a diferença entre despesas fixas e despesas variáveis. Compreender essas categorias de despesas ajuda a controlar melhor seu orçamento e tomar decisões financeiras mais conscientes e assertivas.

Este artigo vai esclarecer quais são as diferenças entre despesas fixas e variáveis, sua importância na gestão financeira pessoal, além de dicas práticas para monitorar e controlar seus gastos. Confira!

O que são despesas fixas?

Despesas fixas são custos que permanecem constantes ao longo do tempo, independentemente do consumo ou das atividades do mês. Elas são previsíveis e ocorrem regularmente, geralmente em intervalos mensais.

Alguns exemplos de despesas fixas são:

  • Aluguel ou prestação da casa: Um dos maiores gastos fixos.
  • Parcelas de empréstimos: Pagamentos mensais de financiamento de carro ou crédito pessoal.
  • Mensalidades escolares: Custos com educação.
  • Assinaturas e serviços recorrentes: TV a cabo, internet, telefone, contas de água e energia.

O que são despesas variáveis?

Já as despesas variáveis mudam de valor mês a mês, dependendo do consumo ou das circunstâncias. Elas são menos previsíveis e podem ser ajustadas mais facilmente.

Alguns exemplos comuns de despesas variáveis incluem:

  • Alimentação: Supermercado, restaurantes e delivery.
  • Transporte: Combustível, transporte público e manutenção do carro.
  • Lazer e entretenimento: Cinema, viagens e hobbies.
  • Compras pessoais: Roupas, eletrônicos e outros itens não essenciais.
custos fixo X custos variáveis

Importância de saber a diferença entre despesas fixas e variáveis

Entender a diferença entre esses tipos de despesas é essencial para uma vida financeira equilibrada. Isso facilita o planejamento, proporciona segurança financeira e permite um controle melhor dos gastos.

Além disso, você também tem mais:

Planejamento e organização: Ajuda a organizar o orçamento mensal.
Previsibilidade: Facilita o planejamento financeiro.
Controle de gastos: Permite ajustar gastos variáveis para evitar excessos.
Flexibilidade financeira: Facilita ajustes nos hábitos de consumo.
Priorização de necessidades: Garante que necessidades básicas sejam atendidas.
Identificação de padrões de consumo: Ajuda a tomar decisões assertivas sobre onde cortar gastos.
Preparação para emergências: Facilita a criação de uma reserva de emergência.
Realização de objetivos: Permite economizar de forma mais eficiente.

Como encontrar o equilíbrio entre despesas fixas e variáveis?

Encontrar esse equilíbrio envolve entender suas prioridades financeiras e ajustar seus gastos de acordo com sua situação e objetivos. Aqui estão algumas etapas que podem ajudá-lo:

  1. Compreenda suas prioridades financeiras: Defina objetivos a serem conquistados! Pode ser uma viagem, sair das dívidas, comprar um carro novo ou até um item eletrônico que tanto deseja. Após isso, identifique quais são seus gastos essenciais (despesas fixas) e aqueles que podem ser ajustados conforme necessário (despesas variáveis).
  2. Estabeleça um orçamento: Divida sua renda entre despesas fixas, despesas variáveis e poupança. Mantenha o controle dos gastos para garantir que estejam alinhados com seu orçamento e com seus objetivos.
  3. Monitore e ajuste: Revise regularmente seus gastos e faça ajustes conforme necessário. Mantenha-se dentro dos limites estabelecidos para despesas variáveis e busque economias nas despesas fixas, se possível.
  4. Seja flexível: Esteja aberto a ajustar seu orçamento conforme sua situação financeira muda. Priorize suas necessidades e objetivos financeiros para manter um equilíbrio saudável entre despesas fixas e variáveis.

Essas etapas simples te ajudarão a gerenciar efetivamente suas despesas fixas e variáveis, alcançando uma maior estabilidade financeira e objetivos que são importantes para você.

Regrinha 50/30/20: use para controlar suas despesas

Regrinha 50/30/20: use para controlar suas despesas

Não existe uma divisão única e “correta” que se aplique a todas as situações, já que as prioridades financeiras e as circunstâncias individuais variam de pessoa para pessoa.

No entanto, uma regra geral recomendada para controlar as despesas é a regra 50/30/20, que sugere a seguinte divisão do salário:

Despesas Fixas (50%): Metade do seu salário seria destinada a despesas fixas, como moradia (aluguel ou prestação da casa própria), contas de serviços recorrentes, transporte, alimentação básica, plano de saúde, mensalidades escolares, entre outros. Essas despesas são essenciais e devem ser priorizadas.

Despesas Variáveis (30%): Trinta por cento do seu salário seria destinado a despesas variáveis, como entretenimento, lazer, compras pessoais, refeições fora de casa, viagens, etc. Essas despesas são mais flexíveis e podem ser ajustadas de acordo com suas preferências e situação financeira.

Poupança e Investimentos (20%): Vinte por cento do seu salário seria reservado para poupança e investimentos. Essa parte do seu salário deve ser destinada a construir uma reserva de emergência, pagar dívidas, investir em sua educação ou empreender em oportunidades que possam aumentar sua renda a longo prazo.

Essa divisão oferece um equilíbrio entre atender às necessidades imediatas (despesas fixas), desfrutar da vida (despesas variáveis) e garantir segurança financeira a longo prazo (poupança e investimentos).

No entanto, é importante adaptar essa divisão às suas próprias circunstâncias e objetivos financeiros específicos.

Se você tiver dívidas significativas, por exemplo, pode optar por alocar uma porcentagem maior para pagar essas dívidas mais rapidamente.

Dicas para controlar despesas variáveis:

● Defina limites mensais para cada categoria de despesa variável.
● Registre todos os gastos diários.
● Evite compras por impulso, planejando sempre com antecedência e reflexão: você realmente precisa daquilo?

Revisão de despesas fixas:

Embora menos flexíveis, é possível buscar economias nas despesas fixas:
● Renegocie aluguel, serviços de internet e telefone.
● Reveja assinaturas e cancele aquelas que não são essenciais.
● Refinancie empréstimos, busque taxas de juros mais baixas.

Utilize ferramentas para ajudar controlar os gastos:

● Use apps de finanças pessoais como Mobills, SuperApp da Serasa ou Organizze que ajudam a monitorar gastos.
Utilize Excel ou Google Sheets para detalhar receitas e despesas.
● Procure ajuda de um consultor financeiro, se necessário.

Controle financeiro: Liberte-se das dívidas caras!

Gerenciar as despesas fixas e variáveis é essencial para uma saúde financeira sólida. Compreender e controlar essas categorias de gastos pode ajudar a alcançar estabilidade financeira e objetivos futuros.

Se você está lidando com dívidas, considere estratégias inteligentes para reorganizar suas finanças. Por exemplo, trocar dívidas caras por uma única dívida através de um empréstimo pessoal ou quitar suas dívidas usando a antecipação do saque aniversário podem ser opções viáveis.

Veja as ofertas disponíveis pra você na Sim e dê o primeiro passo para uma vida financeira mais equilibrada e tranquila!

Fernanda Benevides

Formada em Comunicação Social pela ESPM-SP, atua como Head da área de Growth Marketing, na Sim, desde 2019, liderando as equipes de SEO, CRM, Mídia, Conteúdo e BI. Com trajetória profissional de mais de dez anos em marketing digital, atuou em diferentes indústrias, como varejo, bens de consumo e educação, em projetos focados na aquisição e rentabilização de clientes.

Posts relacionados

DUT: Guia completo para transferência de veículos

DUT: Guia completo para transferência de veículos

Como fazer a declaração de empréstimo no IR

Como fazer a declaração de empréstimo no IR

Golpes de empréstimo: saiba quais são os sinais de alerta

Golpes de empréstimo: saiba quais são os sinais de alerta

Gravame: entenda o que é, como funciona e onde consultar

Gravame: entenda o que é, como funciona e onde consultar

Exemplo

Ganhe controle sobre suas finanças: assine nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos.


*Ao cadastrar-se, você concorda com os nossos Termos de Política de Privacidade.