Como calcular juros: conceitos e aplicações práticas

Como calcular juros: conceitos e aplicações práticas

Os juros são uma taxa que pagamos quando utilizamos dinheiro emprestado de uma instituição financeira.

Quando compramos algo a prazo, pegamos um empréstimo ou usamos o cheque especial, estamos usando dinheiro que não é nosso.

Os juros são uma compensação que pagamos pela utilização temporária desse dinheiro.

Existem dois tipos principais de juros: simples e compostos.

Os juros simples são aplicados apenas ao valor inicial do empréstimo ou dívida, enquanto os juros compostos são calculados não apenas sobre o valor principal, mas também sobre os juros acumulados ao longo do tempo.

Como calcular juros simples?

Pense que você pegou emprestado R$4.000,00 a uma taxa de juros de 3% ao mês por 5 meses.

Para calcular os juros simples, basta multiplicar o valor inicial do empréstimo pela taxa de juros e pelo número de meses.

Juros = Principal x Taxa de juros x Tempo

Nesse caso, teríamos:

Juros = R$4.000,00 x 0,03 x 5 = R$600,00

Portanto, os juros seriam de R$600,00, e o valor total a ser pago seria de R$4.600,00.

Como calcular juros compostos?

No caso dos juros compostos, o cálculo é um pouco mais complexo, pois os juros são calculados não apenas sobre o principal, mas também sobre os juros acumulados.

Suponha que você pegou o mesmo empréstimo de R$4.000,00 a uma taxa de juros de 3% ao mês por 5 meses.

O cálculo dos juros compostos seria feito da seguinte maneira:

Primeiro mês: R$ 4.000,00 + (3% de R$4.000,00) = R$4.000,00 + R$120,00 = R$4.120,00
Segundo mês: R$ 4.120,00 + (3% de R$4.120,00) = R$4.120,00 + R$123,60 = R$4.243,60
Terceiro mês: R$ 4.243,60 + (3% de R$4.243,60) = R$4.243,60 + R$127,31 = R$4.370,91
Quarto mês: R$ 4.370,91 + (3% de R$4.370,91) = R$4.370,91 + R$131,13 = R$4.502,04
Quinto mês: R$ 4.502,04 + (3% de R$4.502,04) = R$4.502,04 + R$135,06 = R$4.637,10

Portanto, os juros compostos seriam de R$637,10, e o valor total a ser pago seria de R$4.637,10.

Ferramentas úteis para o cálculo de juros

Para calcular juros simples ou compostos de forma rápida e gratuita, você pode usar calculadoras online disponíveis.

Essas ferramentas ajudam a descobrir o valor futuro do seu investimento ou empréstimo, seja para juros simples ou compostos, e até mesmo converter a taxa de juros compostos para períodos diferentes.

Use calculadoras como:

Calcule os juros em diferentes situações

Entender os tipos de juros e seu impacto nas finanças é essencial para evitar problemas financeiros. Vamos analisar os diferentes tipos de juros em situações comuns, como financiamentos, cartões de crédito, cheque especial e empréstimos, para você gerenciar suas finanças com mais segurança e confiança.

Financiamentos

Ao financiar a compra de um imóvel ou automóvel, você busca diluir o valor em parcelas menores ao longo do tempo.

No entanto, é importante ter em mente que o valor total pago será maior do que o valor original devido aos juros.

O Custo Efetivo Total (CET) é a taxa que representa o custo total do financiamento, incluindo juros e outras taxas.

Utilize a calculadora do cidadão do Banco Central para calcular o valor total do financiamento e comparar diferentes opções.

Cartão de crédito

O cartão de crédito oferece praticidade, mas pode se tornar uma armadilha se não for utilizado com responsabilidade.

O juros rotativo, cobrado quando o valor da fatura não é pago integralmente, é um dos mais altos do mercado, podendo chegar a 20% ao mês.

O parcelamento do saldo devedor também gera juros, portanto, avalie cuidadosamente essa opção.

A calculadora de dívida de cartão de crédito do Cálculo Exato te ajuda a calcular os juros da sua dívida e entender o impacto financeiro.

Cheque especial

O cheque especial funciona como um empréstimo pré-aprovado, mas com taxas de juros extremamente elevadas, podendo chegar a 15% ao mês.

Além disso, os juros são cobrados diariamente sobre o saldo devedor, semelhante aos juros compostos.

Utilize o cheque especial apenas para emergências e busque quitá-lo o mais rápido possível.

A calculadora de dívida de cheque especial do Cálculo Exato te ajuda a calcular os juros da sua dívida e visualizar o impacto financeiro.

Empréstimo

Os empréstimos são úteis para lidar com emergências ou realizar investimentos iniciais.

No entanto, é fundamental escolher a opção com a menor taxa de juros e prazo de pagamento adequado para evitar comprometer suas finanças.

O Custo Efetivo Total (CET) também é importante no caso de empréstimos, pois inclui juros, seguros e outros tributos.

Utilize a calculadora simuladora de empréstimos do Cálculo Exato para comparar diferentes opções e calcular as taxas de juros.

Como os juros elevados levam ao endividamento?

Como os juros elevados levam ao endividamento?

Nos últimos anos, houve um aumento preocupante no endividamento das famílias brasileiras, influenciado por fatores econômicos como inflação e desemprego.

Uma das razões apontadas é a prática de taxas de juros elevadas por instituições financeiras, especialmente no cartão de crédito, onde essas taxas podem chegar a 430% ao ano.

Isso dificulta a quitação das dívidas para muitos consumidores, especialmente aqueles com renda baixa e acesso restrito a crédito.

Dicas para evitar o endividamento por juros altos

● Compare as taxas de juros de diferentes instituições financeiras e escolha aquela com condições mais favoráveis.
● Priorize o pagamento das dívidas com juros mais altos, como as do cartão de crédito ou cheque especial, para evitar acumular ainda mais custos.
● Utilize o cartão de crédito com moderação e apenas em situações realmente necessárias, planejando suas compras com antecedência.
● Em caso de endividamento, busque renegociar suas dívidas com as instituições financeiras, buscando reduzir as taxas de juros e estabelecer um plano de pagamento viável.
● Procure aprender mais sobre educação financeira para gerenciar melhor suas finanças pessoais e evitar armadilhas que levam ao endividamento.

Troque várias dívidas com juros maiores por apenas uma com parcelas que cabem no seu bolso!

Com taxas a partir de 2,83% ao mês, limite de até R$30.000, pagamento em até 36 vezes e primeira parcela em até 45 dias, essa é a solução que seu bolso precisa.

Nosso processo é 100% online, sem burocracia, e você ainda ganha até 10% de desconto na taxa de juros optando pelo débito em conta.

Com a Sim, você tem a segurança e a praticidade que merece, além da credibilidade do Grupo Santander.

Não espere mais para se livrar dos juros altos.

Simule agora e dê o primeiro passo para uma vida financeira mais tranquila e equilibrada!

Publicado por Fernanda Benevides

Formada em Comunicação Social pela ESPM-SP, atua como Head da área de Growth Marketing, na Sim, desde 2019, liderando as equipes de SEO, CRM, Mídia, Conteúdo e BI. Com trajetória profissional de mais de dez anos em marketing digital, atuou em diferentes indústrias, como varejo, bens de consumo e educação, em projetos focados na aquisição e rentabilização de clientes.

Assine nossa newsletter semanal e receba conteúdos exclusivos.

*Ao se cadastrar, você concorda com os nossos Termos de Política de Privacidade.

*Ao se cadastrar, você concorda com os nossos Termos de Política de Privacidade.