Tipos de empréstimo: qual é o ideal para você?

Existem vários tipos de empréstimo a sua disposição. Com tantas alternativas, você pode escolher a mais adequada ao seu perfil e a sua condição financeira de pagamento.

Saiba quais são os tipos de empréstimo disponíveis no mercado, os motivos mais comuns para a  contratação de crédito e outras informações que você precisa antes de solicitar o seu.

7 tipos de empréstimos disponíveis no mercado

Conheça os empréstimos mais comuns do mercado e descubra se algum deles se encaixa na sua necessidade.

1. Cartão de crédito

O tipo de empréstimo mais conhecido e desejado do mercado. Mas pela facilidade em fazer compras com ele, é comum usá-lo como se fosse uma extensão da própria carteira.

Na verdade, o cartão de crédito nada mais é que um empréstimo. Ele serve como um crédito pré-aprovado que você não precisa solicitar.

Mas ainda é necessário pagá-lo em dia no final do mês. Caso você pague apenas o valor mínimo da fatura, você automaticamente está pegando um empréstimo com a sua operadora. O famoso e temido rotativo.

Isso faz com que o restante do valor vá para a próxima fatura, com a maior taxa de juros entre todos os tipos de empréstimos. O crédito rotativo do cartão de crédito tem juros de 14,3% ao mês, por isso, o recomendado é sempre pagar seu cartão em dia.

2. Cheque especial

Esse também é um tipo de crédito pré-aprovado que você não precisa solicitar. Nesse caso, se você deseja comprar, sacar no caixa eletrônico ou pagar uma conta do cartão de débito e não tiver saldo suficiente, o banco te oferece um dinheiro “extra”, direto na conta corrente.

Funciona como um quebra-galho. Mas antes de disponibilizar um valor para você, o banco realiza uma análise do seu histórico financeiro, que envolve a consulta ao seu score e possíveis inadimplências.

Essa cobertura não é gratuita. Se você terminar o dia com o saldo negativo, ou seja, devendo para o banco, ele cobrará juros referentes ao valor emprestado. A média dessa modalidade é de 8% ao mês. 

3. Financiamentos

Assim como os outros tipos de empréstimo, o financiamento exige que você faça algumas contas e coloque suas ideias no papel.

Esse modelo de empréstimo funciona um pouco diferente dos que você viu até então. Os financiamentos são opções para compras de bens de alto valor, como imóveis ou veículos.

Por isso, eles só podem ser solicitados quando você quiser realizar a compra de um bem em específico. Ou seja, você não pode solicitar o financiamento de um apartamento apenas para receber o dinheiro na sua conta. 

Afinal de contas, o banco é quem faz a compra do imóvel e te cede a posse por meio de um processo chamado de alienação fiduciária. Para se tornar o proprietário do imóvel, primeiro é necessário quitar as parcelas.

Em um financiamento de imóvel, a taxa de juros costuma ficar em cerca de 3,95% ao mês e os prazos para quitá-lo costumam ser longos, por volta de 30 anos.

Também é possível financiar bens como veículos, com condições parecidas às do imóvel, mas com prazo e valores menores.

4. Empréstimo pessoal sem garantia

Essa é uma modalidade de crédito mais popular no mercado, especialmente por conta de sua flexibilidade. Nela, você não precisa justificar o motivo do empréstimo e pode usá-lo da maneira que preferir.

Se você escolhe o empréstimo sem garantia com a Sim, o dinheiro cai rapidinho na sua conta!

5. Empréstimo com garantia

A diferença entre o empréstimo com garantia e sem garantia é que nessa modalidade, você usa um bem – como veículo ou imóvel – como garantia de pagamento, alienando o bem para a instituição financeira enquanto paga as parcelas.

A principal vantagem do empréstimo pessoal com garantia são as condições. Os prazos para pagamento são maiores e, na Sim, as taxas de juros começam em 1,6% ao mês, a melhor taxa entre todos os tipos de empréstimos.

6. Empréstimo consignado

Nesse caso, o pagamento das parcelas cai diretamente na folha de pagamento. Além dos assalariados, essa modalidade de empréstimo pode ser contratada por aposentados ou por pensionistas do INSS.

O empréstimo consignado também costuma ter condições muito atrativas, ficando em torno de 2,04% ao mês e até 10 anos para pagar.

7. Empréstimo Empresarial

Esse modelo fica disponível apenas para quem possui conta de pessoa jurídica (PJ). O empréstimo empresarial pode ser usado apenas para investimento no negócio.

O uso fica limitado a sua empresa. Além da documentação do seu negócio, você também deve convencer o banco ou instituição financeira a investir nele, apresentando um plano de negócios e como usará o investimento.

4 motivos comuns para pedir empréstimo

Não faltam motivos para solicitar alguns dos tipos de empréstimo que mencionamos ao longo do texto. Seja para quitar débitos anteriores, comprar um bem ou até mesmo abrir o próprio negócio sem passar pela burocracia do empréstimo empresarial.

Confira abaixo alguns dos motivos mais comuns para pedir crédito!

1. Abrir um negócio

Pedir empréstimo empresarial costuma ser bastante difícil para quem ainda pretende começar seu próprio negócio.

Por isso, muitos empreendedores de primeira viagem ou até aqueles que não conseguem acesso ao modelo para pessoa jurídica pedem o empréstimo pessoal.

Mesmo com uma burocracia menor, é recomendado que você tenha um plano de negócios e faça um planejamento claro e objetivo de como vai usar o dinheiro do crédito.

2. Reformar a casa

Fazer obra é muito caro, não é? Ainda assim, em alguns momentos ela é inevitável. O que fazer quando não se tem os recursos disponíveis para conduzir uma reforma em casa como ela deve ser feita?

Essa é uma questão frequente na casa de muitos brasileiros. Por isso, o crédito pessoal pode ser utilizado com o objetivo de reformar sua casa. 

3. Quitar dívidas

Imprevistos acontecem, e algumas vezes acabamos ficando sem dinheiro para pagar uma conta ou parcelamento. Para evitar ter o nome negativado, muitas vezes é indicado pedir o empréstimo pessoal para dar conta dessa dívida e evitar a negativação do seu nome e redução do seu score de mercado.

4. Pagar juros menores do que o cartão de crédito ou cheque especial

Como você viu na descrição dos tipos de empréstimo acima, os juros do cartão de crédito e cheque especial são os mais altos do mercado. Por outro lado, ambos podem ser evitados através de um empréstimo pessoal com ou sem garantia, que possuem juros até 3 vezes menores.

4 coisas para considerar antes de decidir qual o melhor empréstimo para você

Para escolher qual dos tipos de empréstimo mais se adequa a sua necessidade, separamos algumas coisas a serem levadas em consideração.

Nesse artigo, você se deparou com termos como parcelas, prazos de pagamento e taxa de juros. 

O que eles significam exatamente no contexto de crédito e o que você precisa saber para entender o tipo ideal para você? Confira!

1. Prazo de pagamento

O prazo de pagamento varia muito de acordo com o tipo de empréstimo. Normalmente, estes prazos dependem do valor solicitado no empréstimo ou no financiamento.

Por exemplo, financiar um imóvel pode levar 30 anos para ser pago, enquanto em um empréstimo pessoal, a média é de 18 meses. 

Vale mencionar que as parcelas são pagas mensalmente e isso deve ser considerado em seu cálculo. Um empréstimo com 36 parcelas, por exemplo, levará 3 anos para ser pago.

2. Taxa de juros

A taxa de juros é a remuneração que o banco ou financeira recebe por te emprestar o dinheiro. O percentual aplicado depende de vários fatores, como o próprio prazo para pagamento, mas principalmente do seu perfil financeiro. Quanto melhor for seu histórico de pagamento e score, mais baixas serão suas taxas.

Os bancos e instituições financeiras têm independência para definir a taxa de juros de suas operações. Porém, é importante lembrar que cada operação tem uma taxa máxima, definida e regulamentada pelo Banco Central.

3. Custo Efetivo Total (CET)

Independente dos tipos de empréstimo que estiver considerando, é essencial que preste atenção ao Custo Efetivo Total, conhecido pela sigla CET.

É esse indicador que te dirá qual o valor total que você terá pago após o pagamento das parcelas. Ele inclui a devolução do montante que pegou emprestado, a taxa de juros aplicada pela instituição e quaisquer outras tarifas e impostos permitidos legalmente

4. Avaliação do perfil de crédito

Toda instituição financeira faz uma análise do seu perfil e pontuação de crédito. Desconfie daquelas que dizem que não fazem a análise!

Na avaliação do perfil de crédito, você não tem nenhum poder direto, já que ela é feita no momento que você aceita a oferta de empréstimo. Instituições como Serasa e SPC são as mais consultadas na análise dessas operações.

É por meio dessa análise que as instituições decidem se aceitarão o crédito e podem melhorar as condições da oferta.

Cuidado com golpes!

Muitas vezes, a urgência da solicitação de empréstimo pode fazer com que instituições falsas tentem aplicar golpes, oferecendo crédito fraudado ou fora das regulamentações do Banco Central.

Um golpe comum é o do depósito antecipado para empréstimo. Nele, a instituição fraudulenta cobra que o solicitante faça um depósito, para então liberar o valor que “irá” emprestar.

Após oferecer o depósito, a empresa simplesmente some do mapa sem te transferir o dinheiro.

Além disso, também é importante destacar: não pegue empréstimo com agiota!

O agiota é uma pessoa física – que não pode oferecer crédito pessoal – e opera fora da regulamentação do Banco Central. Ele oferece o dinheiro de acordo com as regras dele e não oferece a mínima segurança para você. Cilada na certa!

Conheça os empréstimos da Sim!

Agora que você conhece os diversos tipos de empréstimo disponíveis, que tal fazer uma simulação aqui na Sim?

Dentre os tipos de empréstimo disponíveis no mercado, oferecemos o crédito pessoal com ou sem garantia. 

Além deles, também oferecemos o parcelamento de boletos, facilitando o pagamento das parcelas de uma compra sem comprometer o seu cartão de crédito.

Um pouco sobre nós

Somos uma empresa 100% digital e fazemos parte do Grupo Santander, ou seja, sua segurança é garantida! 

Você solicita o crédito, envia os documentos e recebe a resposta da análise sem sair de casa em até 3 dias úteis! Que tal conhecer agora nossas condições para empréstimo?

Tags:

empréstimo

Publicado por Fernanda Benevides

Formada em Comunicação Social pela ESPM-SP, atua como Head da área de Growth Marketing, na Sim, desde 2019, liderando as equipes de SEO, CRM, Mídia, Conteúdo e BI. Com trajetória profissional de mais de dez anos em marketing digital, atuou em diferentes indústrias, como varejo, bens de consumo e educação, em projetos focados na aquisição e rentabilização de clientes.

Esse produto é perfeito para você

Empréstimo pessoal

com garantia de carro

  • Até 60% do valor da moto ou R$ 25.000
  • Só a Sim tem!

Empréstimo pessoal

sem garantia

  • Até 25% de liberação de crédito
  • Taxas de juros a partir de 1.6% a.m

Empréstimo pessoal

com garantia de carro

  • Até R$ 50.000 ou 85% do valor do carro
  • 90% de chances de aprovação