Guia IPVA 2021: descubra como parcelar, quanto pagar e mais

Depois das festas de fim de ano, o mês de janeiro traz algumas obrigações que não podem ser ignoradas, como o pagamento do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores). Existem muitas dúvidas sobre o assunto e, para quem é motorista de primeira viagem, tudo parece ainda mais complicado de entender. Não é à toa: o IPVA é o imposto automotivo mais caro do país e acaba virando uma dor de cabeça para algumas pessoas. Neste artigo, vamos detalhar informações importantes sobre ele e você verá que não se trata de nenhum bicho de sete cabeças. Pelo contrário.

O que é o IPVA?

O IPVA é um imposto estadual, anual e obrigatório para todos os veículos terrestres motorizados, como automóveis, motocicletas, ônibus e caminhões. O valor arrecadado é revertido aos serviços públicos, como segurança, educação e melhorias na infraestrutura do trânsito. 

Como saber o valor do IPVA? 

Para saber quanto pagar de IPVA, a primeira coisa a ser feita é checar o valor venal  do veículo na tabela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas). Preencha todos os dados, como modelo, a versão e o ano do seu automóvel. Depois, pegue esse valor e multiplique pela alíquota do estado em que você mora. Lembrando que algumas regiões, como São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro costumam ser mais caras. Por exemplo, supondo que o valor do carro é R$ 30.000 e você resida na região Centro Oeste, onde a alíquota é 3%, basta você multiplicar 30.000 por 3% o que resultará em um IPVA de R$ 900 reais.

Quando e como pagar o IPVA?

É importante ressaltar mais uma vez que o IPVA é recolhido pelo estado. E cada estado funciona de uma maneira. Em alguns deles, o proprietário pode receber o boleto em casa no mês de janeiro. Em outros estados, é preciso recorrer a uma agência bancária, casa lotérica ou internet banking com o número do Renavam (Registro Nacional de Veículo) para emitir a guia de pagamento.

Para encontrar o número do Renavam, vá até o site do (Detran Departamento Estadual de Trânsito) do seu estado. Preencha com a sua placa e o chassi. Você também pode achar o número do Renavam diretamente no documento de seu veículo, no canto superior esquerdo do documento (CRLV).

Quais são as formas de pagamento do IPVA?

Na maioria dos estados, existem três modalidades: à vista com desconto, em três parcelas sem juros ou em até 12x no cartão de crédito com juros. Para saber se é melhor pagar à vista ou a prazo, é importante fazer um balanço da sua vida financeira. O desconto à vista não é muito, mas vale a pena para quem está com dinheiro na mão ou possui uma reserva de emergência. 

Qual é a data de pagamento do IPVA?

O calendário de pagamento do imposto é divulgado pela Secretaria da Fazenda de cada estado. E a data varia de acordo com o número final da placa do veículo. Portanto, é preciso checar essas informações anualmente no site da Secretaria da Fazenda do estado em que você mora.

Quem está isento de pagar o IPVA? 

Cada estado tem suas especificações, mas, no geral, possuem descontos ou ficam isentos do imposto táxis, microônibus utilizados em fretamento ou transporte escolar, veículos ligados a entidades governamentais, PCD (pessoas com deficiência física), pessoas com deficiência mental e também pessoas com algumas doenças estipuladas em lei, como Parkinson, esclerose múltipla e HIV. 

O que acontece quando o IPVA não é pago em dia?

Se você não pagar o IPVA do veículo em dia, poderá continuar utilizando-o, mas somente até a data de licenciamento, que ocorre anualmente de acordo com a sua placa. Além do mais, se você estiver com o IPVA atrasado e for parado por uma autoridade policial, terá de pagar multa e irá levar sete pontos na  Carteira Nacional de Habilitação (CNH). E ainda há o risco de ter o veículo apreendido. Para tê-lo de volta, o proprietário precisa pagar todas as dívidas com juros e arcar com as taxas.

Precisa de dinheiro para resolver suas dívidas? Faça um empréstimo sem complicação e tenha o dinheiro na conta em até 3 dias

Não deixe as suas contas virarem uma bola de neve. Se você está endividado, considere fazer um empréstimo pessoal para resolver todas as pendências financeiras trocando uma divida cara por uma mais barata. Na Empréstimos Sim, você faz uma simulação de forma segura e rápida. Temos as melhores ofertas personalizadas para você.

Simule agora mesmo!

Publicado por Helmy Nagashima

Formada em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas com especialização em Economia. Tem uma trajetória de mais de 15 anos de experiência na indústria financeira atuando em diversas posições como Produto, Crédito, Riscos de Crédito e em People Analytics. Assumiu em 2020 a liderança da área de Credit e Analytics da Sim.