As mulheres têm sido as mais afetadas com desemprego durante a pandemia

Veja algumas ideias para empreender e gerar sua renda

Todos nós estamos sentindo as consequências da crise econômica e sanitária que a pandemia tem gerado. Por exemplo, o mercado de trabalho desacelerou como um todo e, consequentemente, afetou a renda de milhões de brasileiros. Em 2020, nosso país terminou o ano com 13,4 milhões de desempregados, segundo o IBGE. Um número realmente assustador e preocupante diante da realidade que estamos enfrentando.

Neste cenário, as mulheres estão sendo as mais afetadas pela falta de emprego. A pesquisa PNAD, mostrou que, no terceiro trimestre de 2020, a pandemia deixou mais da metade das mulheres fora do mercado de trabalho, o que as obrigou a encontrar outras formas para manter a renda da família.

E, para te apoiar neste momento, separamos algumas ideias de negócios lucrativos para você começar a empreender e gerar sua renda, ainda que com poucos recursos.
Vamos lá:


1) Venda de alimentos congelados

Cada vez mais as pessoas se preocupam com o que comem, mas nem todas têm o tempo necessário para comprar os alimentos e cozinhar suas próprias refeições. Uma boa sugestão de negócio é fazer marmitas saudáveis congeladas para vender. Um dos pontos positivos é que você pode fazer um pacote semanal para os seus clientes e assim ganhar um bom dinheiro em suas vendas. E lembrando, pode abusar das suas redes sociais para conquistar novas pessoas e fazer com que seu negócio cresça.

2) Passeadora de cães/pet sitter

Para iniciar os trabalhos como passeadora de cães ou pet sitter você precisa de muito pouco. Um curso na área pode tranquilizar os seus primeiros clientes, claro, mas não é obrigatório. E vale reforçar que o mercado pet é um dos que mais cresce no mundo todo. De quebra, os passeios com os pets podem ajudar a melhorar sua saúde física.

3) Massagens / Procedimentos estéticos

O mercado estético é bem amplo. Você pode fazer um curso de drenagem linfática, massagem modeladora ou relaxante e começar a atender as pessoas em domicílio. Nessa área, como é necessário fazer algum curso e também adquirir equipamentos básicos, como uma maca para atender os clientes, é importante ter em mente que você precisará investir um valor a mais para iniciar o seu negócio. É essencial que você crie uma conta nas redes sociais para mostrar o seu serviço e, assim, atrair novos clientes e mostrar a evolução do seu empreendimento.

Design de sobrancelha e depilação

Outras duas ótimas opções dentro do mercado estético é se tornar designer de sobrancelha ou depiladora. O investimento não é alto e você precisa de um investimento menor para começar. Assim como em negócios de massagens e procedimentos estéticos, é importante que você siga os protocolos de saúde para conseguir desempenhar bem o seu trabalho, proteger sua clientela e a si mesma.

Velas, incensos naturais e aromaterapia

O mercado de produtos naturais tem ganhado cada vez mais adeptos. Por isso, a produção de velas aromáticas, incensos e óleos essenciais pode ser uma ótima opção de negócio para quem já tem certa afinidade com esses itens. Separamos algumas ideias para você se inspirar, aqui, e já pensar nos seus primeiros produtos.

Bijuterias

Inspire-se para produzir peças originais e arrebatar clientes. Você pode começar a vender para as pessoas mais próximas e ir aumentando sua produção até se tornar a fornecedora de pequenas lojas. Imprima sua personalidade em suas peças e você criará algo único para o mercado, o que significa que em pouco tempo você conseguirá o tão esperado retorno financeiro.

Consultoria virtual

Que tal utilizar todo seu conhecimento como seu principal produto? A ideia de abrir uma consultoria virtual serve para qualquer área: contabilidade, educação, gastronomia, beleza, etc. A ideia é explorar o seu conhecimento para ajudar outras pessoas e empresas que topariam comprar os seus serviços enquanto consultora. E, por ser virtual, você pode atender clientes de diversas regiões do país.

Confeitaria

Você sempre foi uma confeiteira de mão cheia? Utilize isso a seu favor. Vender bolos, tortas e docinhos sempre pode render um bom dinheiro. Comece pelos seus amigos e parentes para depois expandir o negócio. E lembre-se de criar uma boa exposição para os seus produtos através de fotos atraentes, promoções e uma embalagem criativa. Não tenha medo e mão na massa!

Produtos reciclados

Sustentabilidade é uma palavra que nunca sai de moda. E, a partir de materiais recicláveis, é possível produzir artesanatos para serem comercializados no mercado. Aposte numa boa apresentação de marketing para vender produtos ou até procure parcerias que estejam preocupadas na redução de materiais que causam impacto ambiental.

Venda de roupas

Não venda qualquer roupa. Escolha um nicho de mercado, como bebês, grávidas ou evangélicas e também o tipo de roupa, como camisetas, lingeries, moda praia e etc. Quanto mais direcionamento você tiver, mais fácil fica para construir uma carteira sólida de clientes.

5 inspirações para você seguir em frente com o seu negócio

1. O livro “Empreendedorismo Feminino – Mulheres de Alto Impacto”, da Editora Gregory

Nele, 28 mulheres relatam como atingiram seus objetivos nos negócios. São lições preciosas para quem busca inspiração.

2. Cursos gratuitos e online do Sebrae

No site do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) existem diversos cursos para mulheres que querem ou estão começando a empreender. E o melhor: são gratuitos!

3. Esta palestra incrível com a Luiza Trajano

A Luiza Trajano, da Magazine Luiza, é a empreendedora de maior sucesso no Brasil. Nesta palestra de 22 minutos ela conta um pouco sobre sua trajetória inspiradora.

4. O filme “Joy: o nome do sucesso (2016)”

Estrelado por Jennifer Lawrence, famosa pela franquia “Jogos Vorazes”, o filme conta a história da mulher que inventou o esfregão e se tornou uma das empreendedoras de maior sucesso nos Estados Unidos.

5. O perfil da Rede Mulher Empreendedora no Instagram

A primeira rede sobre mulheres empreendedoras do Brasil mantém um ótimo perfil no Instagram, recheado de dicas e inspirações para quem está nesse caminho.

O que fazer depois de decidir qual será o seu negócio

Agora que você já definiu qual será sua área de atuação, busque qualificação com cursos, palestras, converse com outros empreendedores, pesquise e entenda como funciona esse mercado. Se você estiver certa de que é isso que quer, faça um planejamento: defina seu público-alvo, seus diferenciais e desenhe as melhores estratégias de comunicação e marketing para conquistar novos clientes. Monte um bom plano de negócio e avalie qual será sua lucratividade.

Vale a pena buscar a formalização?

Com certeza. Inicialmente, você pode se tornar MEI (Microempreendedor Individual) e ter vários benefícios, como cobertura da previdência social, INSS e salário-maternidade. O cadastro é rápido e descomplicado.

Vale a pena fazer um empréstimo para começar o meu negócio?

Se você não tem dinheiro para fazer um primeiro investimento no seu negócio, um empréstimo pode ser a solução. Dessa forma, você pode comprar insumos, matéria-prima, máquinas, investir em infraestrutura, fazer reformas e até mesmo contratar colaboradores.

Agora que você viu que abrir o seu próprio negócio pode valer muito a pena, conheça a Empréstimos Sim, fintech do Santander.

Publicado por Fernanda Benevides

Formada em Comunicação Social pela ESPM-SP, atua como Head da área de Growth Marketing, na Sim, desde 2019, liderando as equipes de SEO, CRM, Mídia, Conteúdo e BI. Com trajetória profissional de mais de dez anos em marketing digital, atuou em diferentes indústrias, como varejo, bens de consumo e educação, em projetos focados na aquisição e rentabilização de clientes.